terça-feira, 13 de setembro de 2016

Desejos




Peito arfante
mão estendida
alma aflita
desejo...

Corpo arrepiando
vento soprando
murmúrio...

Suspiros,
sussurros
boca procurando a tua
pele nua

Sonho
delírio
riso solto
satisfação

pensamento desfeito
insensatez

Olhos brilhantes
amantes
mãos entrecruzadas
unidas solenemente
olhos a espera
cegos as luzes

mergulhados em si
não há tempo,
não há hora
segue o destino

Dores agudas
suspiros vermelhos
imagens no espelho
segue a vida
abre-se a porta
partida...

Zana Ol






Nenhum comentário:

Postar um comentário